História do Estilos Munich Dunkel

O clássico estilo Brown Lager de Munique, que foi elaborado como uma cerveja mais escura, com maltado mais acentuado que outras lagers da região. Embora originado em Munique, o estilo tornou-se popular em toda a Baviera (especialmente Francônia). As versões da Francônia são geralmente mais escuras e amargas.

O termo "dunkel" vem da palavra alemã "dark" que quer dizer escuro. Em geral, o "estilo" abrange uma gama de cervejas lager que são notavelmente mais escuras do que os outros do estilos lager alemão. A cor deve variar de âmbar médio a vermelho acastanhado. Como muitas outras cervejas escuras , os maltes deve ofuscar o lúpulo no aroma e sabor.

Com concentrações de álcool de 4,5 % para 5,6 %, as Dunkels são mais fracas que doppelbocks, outra cerveja bávara escura tradicional. Dunkels são produzidos usando maltes Munich Dunkel que dão a sua cor. Também podem ser adicionados outros maltes.

Dunkel era o estilo original das aldeias da Baviera e do campo. Essa Lager escura não eram comuns até a parte posterior do século 19, quando os avanços tecnológicos fizeram -los mais fáceis de produzir.

Cervejas Dunkel são cervejas escuras , mas o termo também é usado para se referir a cervejas de trigo escuras, como Franziskaner Hefe-Weisse Dunkel . Dunkel weizen é outro termo usado para se referir a cervejas de trigo escuras , que são frutadas e doce, com mais maltes torrados do que as tradicionias Dunkel, elas são mais geralmente mais leve.

BJCP 2015

Impressão Geral: Caracterizada pela intensidade, riqueza e complexidade típica dos maltes Munich mais escuros, acompanhada por produtos de Maillard. Sabores de casca de pão intensos, a maioria com notas de chocolate nos exemplares mais frescos, mas nunca de torrado, áspero ou adstringente. Cerveja decididamente balanceada para os maltes, mas ainda assim, muito fácil de beber.

Estatísticas Vitais: OG: 1.048 – 1.056 FG: 1.010 – 1.016 IBUs: 18 – 28 SRM: 14 – 28 ABV: 4.5 – 5.6%;

Aroma: Dulçor profundo de maltes, rico, elegante, tipicamente com presença de notas de casca de pão (a maioria com pão tostado). Notas de chocolate, nozes, caramelo e/ou toffee são também aceitáveis, com as versões tradicionais frescas na maioria das vezes apresentando níveis mais altos de chocolate. Perfil de fermentação limpo lager. É aceitável um leve aroma de lúpulo condimentado, floral ou herbal.

Aparência: Cor de cobre profundo a marrom escuro, a maioria das vezes com matizes em tons vermelhos ou granada. Espuma cremosa, de clara a cor de bronze. Geralmente limpa, ainda que existam versões turvas, não filtradas.

Sabor: Dominado pelo sabor suave, rico e complexo dos maltes Munich mais escuros, geralmente com notas de casca de pão, mas sem um tostado já de queimado, de grãos torrados e áspero. O gosto pode ser moderadamente maltado, mas não pode ser exagerado ou enjoativo. Podem estar presentes sabores de suave caramelo, tostados ou de nozes. 

Sensação na Boca: Corpo médio a medioalto, proporcionando uma sensação na boca suave, com dextrinas, mas sem ser pesada nem enjoativa. Carbonatação moderada. 

Exemplos Comerciais: Ayinger Altbairisch Dunkel, Chuckanut Dunkel Lager, Ettaler Kloster Dunkel, Hacker-Pschorr Alt Munich Dark, Weltenburger Kloster Barock-Dunkel.

Comentários